Livro

 cefet cc

Chamada encerrada para envio de capítulos sobre cinema e suas relações com a política, a educação, os movimentos sociais e os direitos humanos no Brasil para composição do segundo livro

O Cinecipó – Festival do Filme Insurgente e o Programa Pós-Graduação em Estudos de Linguagens do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais – CEFET-MG, por meio do grupo de pesquisa Tecnopoéticas, convidam autores para participarem do segundo volume de um livro que pretende relacionar o cinema com a produção de formas de vidas alternativas à homogeneização capitalística.

A mirada crítica da publicação será orientada por reflexões que tenham o cinema como um território de partilha do comum, produtor de narrativas contra-hegemônicas, trincheira de resistência e vanguarda de ataque. Cinema que circula antídotos para a sociedade do espetáculo. Cinema dos subterrâneos do poder da imagem como processo gerador de (im)possibilidades. Cinema nas suas relações com a educação e as estimulantes vias de suas contribuições na produção das experiências no ambiente escolar. Cinema que abala as estruturas da casa-grande, o racismo e as desigualdades de gênero. Cinema como constituinte da multidão. Enfim, Cinema.

Alguns exemplos de temas da área de abrangência do livro:

– Indígenas, quilombolas e comunidades tradicionais;

– (In)Sustentabilidade urbana;

– Reforma agrária, agroecologia e alimentos orgânicos;

– Ocupações e novas estratégias políticas de enfrentamento;

– População negra;

– Questões ambientais, hídricas, extrativismo;

– Feminismo;

– Estudos sobre festivais, cineclubismo e plataformas de difusão cinematográfica;

– Questões LGBTQI; e

– Democracia em risco no Brasil e na América Latina, incluindo os golpes de Estado dos séculos XX e XXI.

 

Envio de propostas de capítulos

As pessoas interessadas devem enviar o artigo entre 12 a 20 páginas, espaço entrelinhas de 1,5 e fonte times new roman ou arial 12. As normas para publicação podem ser seguidas desde o envio do trabalho ou o mesmo poderá ser editado após o comunicado dos aprovados, ficando a critério do/a proponente.

– As propostas deverão ser enviadas até 30 de outubro de 2020 através do formulário: https://forms.gle/NG9J5i4mYmjwtZzg6

– Aceitação das propostas será comunicada até 30 de janeiro de 2021, após a avaliação do conselho editorial e por pareceristas ad hoc

– Expectativa de publicação no primeiro semestre de 2021

 

Organizadores:

Cardes Monção Amâncio – Coordenador do Cinecipó e doutor em Estudos de Linguagens no CEFET-MG

Paulo Heméritas – Doutor em Sociologia pela UENF, curador do Cinecipó e mostras socioambientais e professor da Estácio de Sá.

Wagner Moreira – professor doutor da Pós-Graduação em Estudos de Linguagens do CEFET-MG e coordenador do grupo de pesquisa Tecnopoéticas.

Sobre o grupo de pesquisa Tecnopoéticas

O objetivo do grupo de pesquisa é o estudo das interfaces entre as produções artísticas modernas e contemporâneas e as diversas tecnologias disponíveis. Tendo como ponto de partida as categorias linguagem, mídia e discurso, destacam-se os diálogos entre a arte e a tecnologia, abrangendo as áreas de letras, cinema, fotografia, comunicação, informática e outras correlatas que são convocadas pelas produções criativas. Pressupõe-se que, nessas obras, cujo corpus será constituído ao longo da pesquisa, o suporte é matéria de poiesis, pois aproxima o fazer inventivo de sua própria fruição.

Sobre o Cinecipó – Festival do Filme Insurgente

Desde o início do Cinecipó, em 2011, foram recebidas, selecionadas e exibidas centenas de produções audiovisuais tematizadas acerca da questão socioambiental. Filmes de curta e longa metragens – nacionais e estrangeiras – pertencentes aos gêneros documentário, experimental e ficcional. Este acervo compõem um painel significativo da realidade socioambiental brasileira e estrangeira do período (2011-2017). Desde a primeira edição do Festival foi constituído tanto um júri especializado quanto um proveniente do público que premiaram as produções de maior destaque nestas categorias.

Paralelamente às semanas de exibição das 6 edições do Cinecipó foram realizados debates, oficinas, apresentações musicais e mostras itinerantes que percorreram distintas regiões brasileiras nos municípios de Santana do Riacho, Lavras Novas e Belo Horizonte em Minas Gerais, Campos dos Goytacazes e Macaé no Rio de Janeiro e Núcleo Bandeirante no Distrito Federal. O Cinecipó pretendeu assim apresentar, como evento exibidor de filmes, alternativas ao público espectador de acesso a diversas manifestações culturais e estabelecer um diálogo alternativo ao universo midiático dominado por grandes corporações. Estas ações foram realizadas no sentido de aproximar os realizadores de filmes aos acadêmicos do campo das artes visuais e o público espectador.

Com a organização deste livro o Cinecipó e CEFET-MG pretendem, junto com os autores selecionados, dar uma contribuição para os estudos cinematográficos brasileiros.

A produção deste livro conta com o apoio do Prodam – Programa de Desenvolvimento do Audiovisual Mineiro e patrocínio do Exibe Minas, ambos da Secretaria de Estado de Cultura do Governo de Minas Gerais.