Jakaira (2019, 15′) / MS / Documentário
Direção: ASCURI (coletiva)

Situado na aldeia Guyra Kambi’y do povo Kaiowá (MS/Brasil), o filme nos guia pelas diferentes fases e intensidades da realização do ritual de batismo do milho branco, o Jerosy Puku. Os cantos e as danças que compõem a cerimônia conduzem a vinda de Jakaira: o dono do milho branco, entidade associada à fertilidade das roças. Por meio da mistura da narrativa documental com elementos ficcionais, o filme aponta para a importância da manutenção dos costumes para a preservação do “jeito de ser” Kaiowá (ñandereko). Realizado com grande sensibilidade visual e sonora, o filme é uma produção da Associação Cultural de Realizadores Indígenas (ASCURI), coletivo de jovens indígenas que promove há mais de uma década a formação e a produção audiovisual junto às comunidades da região.